9 dicas para melhorar a sua performance no Facebook

Tipicamente o utilizador do Facebook procura um misto de entretenimento, noticias e comunicação. Daí o algoritmo dar especial atenção a posts que sejam comentados, que levem um “like” ou partilha, neste artigo tem uma explicação mais detalhada.

Antes de começar e partindo do princípio, que quem está a ler este artigo quer tirar o máximo proveito da exposição social do Facebook para promover o seu negócio, uma nota importante:

Para negócios e empresas é recomendado que use uma página e não um perfil de utilizador normal. Basicamente por dois motivos:

Um, a publicidade paga no Facebook. É possível promover uma página, mas não um perfil. Se mais para a frente decidir apostar em publicidade paga, vai ter trabalho e dores de cabeça adicionais a mudar o seu conteúdo e seguidores de um perfil de utilizador para uma página. Tenha sempre este ponto em mente.

Dois. Numa página tem acesso ao quadro das estatísticas o que lhe permite ver, o quão bem é que as suas publicações se estão a comportar. Para saber se o seu conteúdo está a ter o efeito esperado, precisa de por exemplo, saber quantos seguidores reais é que a página tem e quantos é que vêm as publicações da sua página, horas em que existe mais interação com o conteúdo, numero de seguidores, numero de gostos cancelados e mais umas quantas estatísticas que lhe vão ajudar a afinar a sua tática.

Três. A sua página no Facebook pode ser integrada com o seu perfil profissional no Instagram, o que é um bónus se a sua área de negócio depende muito de conteúdo visual.


Posto isto vamos às dicas.

Primeiro pense no que é que o seu publico alvo quer ver e saber, não se limite a publicar posts com preços. Dê-lhes motivos para continuar a seguir a página, para iniciar uma conversa e para obter likes e shares. A regra é informar ou entreter e tentar “puxar” conversa ao mesmo tempo que publicita os seus produtos e serviços.

Segundo perca algum tempo com as fotos e texto. Não há motivo nenhum para fazer um post com erros grosseiros de português – existem corretores gramaticais. As fotos e vídeos merecem trabalho especial, um telemóvel de gama média tira já fotos com boa qualidade e muitos têm editores embutidos que podem melhorar em muito uma foto ou vídeo. Pergunte a qualquer adolescente e a resposta é sempre a mesma: uma boa fotografia vale mais que mil palavras. Para editores de fotografia on-line dê uma vista de olhos neste artigo.

Três – pare de vender algo a quem não está sequer a pensar em sonhar no seu produto! Aponte para quem pode de fato estar interessado no seu produto ou serviço. Por exemplo um restaurante especializado em carne, com uma página no Facebook vai convidar um vegano a gostar da sua página porquê?

Relax, com os convites em massa.  Mantenha o foco e não se deixe iludir pela concorrência com 5 mil likes, muitos dos posts deles provavelmente nem chegam ao alvo. Mantenha-se focado no seu futuro cliente e em entregar conteúdo útil. A mesma mensagem aplica-se à publicidade paga e neste caso sai-lhe diretamente do bolso. Foco no alvo – o seu futuro cliente.

Quatro – acho que é escusado dizer, mas aqui vai: negócios não combinam nem com politica, nem com religião. Uma coisa é o seu perfil pessoal outra é a página do seu negócio no Facebook. Não misture as coisas.

Cinco – Partilhe as suas publicações com grupos que possam estar interessados e que de antemão já sabe que podem lá existir potenciais interessados no seu negócio. Seja sociável.

Seis – Lembre-se sempre de que tem que ter persistência e dedicação. Até haver uma conversão entre visitante e cliente pode levar algum tempo ou ser do dia para a noite. Varia conforme área de negócio, produto ou serviço que estiver a ser promovido. O truque está em testar métodos e táticas diferentes e perceber o que é que funciona melhor e pior.

Sete – Espionagem, tipo 007. Por os olhos em cima daquilo que a concorrência está a fazer é sempre algo que tem que ser feito, nem que para tentar “pescar” informação adicional. PS: não copie descaradamente, além de ser sinónimo de preguiça, dá uma imagem imediata de segundo lugar.   

Oito – Nunca se esqueça dos seus atuais clientes, são eles que lhe vão dar um empurrão inicial. Pedir as abençoadas críticas ou reviews é um passo importante na credibilidade da página.

Nove – Vídeo, aposte no vídeo. Tanto o Facebook como os utilizadores gostam de vídeos e isto vai acabar por se refletir com mais visualizações no mínimo.

Atrair e reter a atenção de um utilizador numa rede onde há milhares de publicações por hora não é tarefa fácil, apesar de haver algumas áreas de atividade em é mais ou menos fácil criar interação – por exemplo turismo ou restauração, a maior parte das páginas empresariais requer criatividade de conteúdo e perícia social, afinal de contas é uma rede social por algum motivo.

Se gostou partilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *